fbpx
| Joinville (47) 3439.5009 | Palhoça (48) 3341.0007
recapeamento asfáltico 28/05/2021

Recapeamento asfáltico: o que é?

Como qualquer outra obra ou estrutura semelhante, estradas sofrem com a ação de dezenas de agentes e intempéries e precisam de intervenções para que mantenham suas características iniciais. A ação do tempo, os fenômenos climáticos e principalmente a circulação dos veículos faz com que o asfalto vá se desgastando e, por consequência, perdendo suas propriedades iniciais. Neste cenário, o recapeamento asfáltico se apresenta como uma alternativa para eliminar esses desgastes e trazer de volta a qualidade ao pavimento em questão.

Mesmo falando a respeito dele assim, é provável que você não saiba muito bem o que é o recapeamento asfáltico, certo? E muito menos o que é feito nesse processo… Neste texto, a Britagem Vogelsanger fala exatamente sobre isso. Vamos explicar melhor o que é o recapeamento asfáltico e, logo em seguida, explicar por que e como ele precisa ser feito.

Quer saber mais a respeito dessa manutenção tão importante para as nossas estradas asfaltadas? Então continue a leitura abaixo!

 

O que é recapeamento asfáltico?

Como citamos na introdução, estradas asfaltadas sofrem com as ações climáticas e principalmente o tráfego de veículos com o passar dos anos. Obras de recapeamento asfáltico são as que são realizadas para consertar e eliminar esses problemas e tornar as estradas seguras e confortáveis para os veículos novamente.

Essas obras podem ter diferentes objetivos, a julgar pelo estado do pavimento. Quando os problemas são apenas funcionais, isto é, com deformações superficiais, o processo acaba sendo um pouco mais simples. Por outro lado, problemas estruturais acabam exigindo técnicas mais avançadas de recapeamento.

Como, por diversas razões, a qualidade geral das estradas brasileiras não é muito boa, o recapeamento asfáltico se torna um tipo de obra fundamental. Com ele, é possível recuperar o local, de forma que os condutores se sintam mais seguros para trafegar pela via.

No cenário ideal, o pavimento asfáltico não deve apresentar esse tipo de problema tão cedo. Contudo, se este acabar sendo o caso, o recapeamento pode ser uma maneira de minimizar os efeitos e aumentar a vida útil do pavimento.

 

Por que e como ele precisa ser feito?

Os motivos para a realização do recapeamento asfáltico já foram citados ao longo deste texto. Considerando que uma parte dos pavimentos executados no Brasil possuem algum tipo de problema — sejam eles estruturais, de mal dimensionamento ou ainda sem o mínimo de manutenção preventiva, tendo grandes possibilidades de sofrer com problemas logo nos primeiros anos —, esse tipo de obra é essencial para recuperação do mesmo, trazendo uma vida útil maior.

O modo de realização do recapeamento irá depender dos danos na estrada. Se estivermos lidando apenas com problemas superficiais — como trincas, rachaduras e outros tipos de deformações somente na primeira camada do pavimento — o uso de lama asfáltica, selagem de trincas e fresagem pontuais são bem comuns e indicados para essas patologias.

Já os problemas estruturais, ou seja, nas camadas mais profundas do pavimento, exigem soluções de recapeamento um pouco mais complexas. Neste caso a fresagem total do pavimento, intervenções nas camadas de base e sub-base, reforço do subleito ou ainda reciclagem total da estrutura do pavimento podem ser soluções a serem adotadas para a recuperação do pavimento da via em questão. Nesse caso, a identificação correta do problema é fundamental, a fim de avaliar qual melhor tipo de interferência a ser realizada para a restauração da estrutura do pavimento e finalmente o recapeamento asfáltico. 

 

E você, já tinha ouvido falar em recapeamento asfáltico? O que achou deste texto? Caso tenha gostado e queira receber mais, siga a Britagem Vogelsanger no Facebook e no Instagram!

Receba nossas novidades em seu e-mail

    Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. Desenvolvido e Otimizado por WEBI
    Joinville Palhoça