fbpx
| Joinville (47) 99119.9932 | Palhoça (48) 99141.9978
MENU
tipos de rolo 14/12/2021

Quais são os tipos de rolo e como se consegue a compactação desejada?

Você sabia que existem diversos tipos de rolo para compactação de asfalto? Pois é, por mais que essas máquinas sejam um componente icônico e crucial da pavimentação asfáltica, pouco se fala sobre os usos específicos de cada um deles.

Para os profissionais que trabalham em obras de pavimentação, é extremamente importante que estejam atentos a esta etapa da obra e aos equipamentos que estarão desenvolvendo este serviço, uma vez que fatores como tipo de rolo, peso, calibragem de pneus e número de passadas são extremamente importantes para garantir um asfalto adequadamente compactado.

Já para quem não tem tanto contato com este tipo de serviço nós, da Britagem Vogelsanger, preparamos o artigo abaixo, que detalha quais tipos de rolo compressor são ideais para cada concreto asfáltico e como a compactação ideal pode ser atingida em cada um desses casos.

Se interessou pelo conteúdo? Então acompanhe conosco!

Boa leitura!

Compreendendo a compactação asfáltica

A compactação asfáltica é um processo vital na pavimentação de ruas, avenidas e estradas, uma vez que é responsável por garantir que não haja espaços vazios, ou seja, pontos frágeis, no interior do concreto asfáltico. Uma compactação adequada, entre outros fatores, garante o tempo de vida útil projetado do pavimento asfáltico.

Para cada tipo de asfalto, a depender do tipo de CAP utilizado, traço e aditivos irá demandar cuidados distintos para que se atinja os graus de compactação solicitados por norma e aceitáveis pelos contratantes, seja público ou privado, que podem ainda ter algum tipo de exigência específica, a depender do rigor de cada um.

Caso a compactação asfáltica seja realizada de forma inadequada ou displicente, geralmente em função do uso incorreto de equipamentos e/ou equipamentos inadequados e/ou mão de obra sem qualificação, as chances de surgimento patologias já de forma precoce são altíssimas. Portanto, investir nos equipamentos corretos para garantir a compactação adequada é essencial, além é claros dos fatores humanos envolvidos nesta etapa de trabalho, ou seja, sua mão de obra tem que ter qualificação para utilizar os equipamentos a disposição.

Quais são os tipos de rolo?

A distinção existente entre os tipos de rolo compressor variam em função de seus respectivos tamanhos (que impactam em que espessuras de asfalto eles podem operar), mas principalmente no que diz respeito a técnica de compactação que cada rolo compressor utiliza.

Como o processo de compactação asfáltica é realizada através do aumento da densidade e redução do índice de vazios de um material, se faz necessária a aplicação de forças externas estáticas ou dinâmicas para que o efeito de compactação do solo asfáltico seja surtido.

A seguir, listamos os três principais tipos de rolo compressor e por quais métodos de aplicação de força eles garantem, cada um à sua maneira, a compactação ideal para cada solo.

1. Rolo duplo liso vibratório

O famoso rolo tandem, ou “chapa-chapa” como é carinhosamente apelidado, conta com um espectro de uso quase universal. Através da vibração gerada pelo impacto de pesos internos ao cilindro, o rolo vibratório é capaz de aplicar uma pressão considerável sobre o asfalto, que aliado ao próprio peso da máquina, resulta em uma combinação extremamente efetiva.

Entretanto, caracterizamos seu uso como quase universal pois existem alguns materiais usados na camada do solo asfáltico que não são capazes de absorver as vibrações emitidas pelo equipamento, como a areia asfáltica, a qual é amplamente usada em regiões do Brasil onde não há plena disponibilidade de agregados minerais adequados.

Essa força vibratória gerada pelo impacto dos pesos otimiza o processo de compactação, uma vez que as ondas de choque geram vibrações que reduzem os atritos das partículas internas ao asfalto, por consequência facilitando o rearranjo e encaixe dos materiais.

Com essa drástica redução dos atritos entre as partículas que impedem o preenchimento adequado dos vazios internos ao solo asfáltico, a compactação é expressivamente otimizada.

2. Rolo estático de pneus

Diferentemente do rolo duplo liso vibratório, o rolo estático de pneus utiliza apenas o peso do equipamento para realizar a compactação do solo. A diferença principal está no uso de pneus de borracha, cuja principal função é selar, desempenar e prover um acabamento mais uniforme para o asfalto.

Similar ao equipamento anterior, a compactação é feita de forma conjunta, entre o peso da máquina e a pressão dos próprios pneus — a qual é acentuada pela própria força peso do rolo compressor.

3. Rolo combinado

Sendo o melhor dos dois mundos, mas com um uso um tanto mais restrito, o rolo combinado une a compactação dinâmica vibratória com a estática dos pneus, com um cilindro com cada um desses tipos de compactação, com o vibratório localizado no eixo dianteiro e os pneus lisos no eixo traseiro.

É um modelo interessante de ser utilizado em pequenos reparos rodoviários ou em obras de baixa complexidade. Tem uso ideal nas famosas operações “tapa-buraco”, na pavimentação de ciclovias, estacionamentos, ruas de baixo tráfego e pequenos acessos.

Por fim, atingir a compactação desejada irá depender do tipo de asfalto com que a equipe está trabalhando, qual o escopo da obra de pavimentação e quais os recursos disponíveis.

Tranquilo entender qual o propósito de cada tipo de rolo compressor, certo? Bem, se quiser aprender um pouco mais sobre as máquinas usadas nas pavimentações, não deixe de seguir a Britagem Vogelsanger em nossos perfis no Instagram e no Facebook!

Receba nossas novidades em seu e-mail

    Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. Desenvolvido e Otimizado por WEBI