fbpx
| Joinville (47) 99119.9932 | Palhoça (48) 99141.9978
MENU
obras que usam brita 20/01/2022

Tipos de obras que usam brita

As pedras britadas — ou simplesmente britas, como são mais conhecidas —, são materiais com uma ampla variedade de tipos, classificações, composições e usos dentro do setor da construção civil como um todo. Mas você já se perguntou quais são as obras que usam brita?

A pergunta pode parecer um tanto abstrata, muitas pessoas desconhecem o amplo papel que os mais variados tipos de brita desempenham nas obras civis, possuindo aplicações desde o âmbito de obras viárias simples, até projetos de grande porte.

Pensando em elucidar o público leitor acerca da versatilidade da brita em suas aplicações nos mais diversos tipos de obras, bem como sobre sua importância para a integridade e sucesso das mesmas, nós da Britagem Vogelsanger elaboramos o artigo abaixo.

Se interessou pelo assunto? Então acompanhe conosco!

Boa leitura!

O que são as britas? Como são obtidas?

A brita nada mais é do que a fragmentação — seja por método de perfuração ou explosão — e subsequente trituração e peneiramento de rochas extraídas da terra, como gnaisse, basalto, granito ou calcário, os quais irão influenciar a qualidade geral da brita, dependendo de qual é a rocha-mãe da mesma e se há mistura de britas com origens geológicas distintas.

Outros fatores que influenciam a qualidade geral da brita é a sua composição química, resistência mecânica, grau de degradação e textura — propriedades essas que são inerentes ao tipo de rocha de origem.

Quais os tipos de britas? Há uma classificação geral para elas?

Em vista da ampla variedade e especificações das britas disponíveis no mercado, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnica) elaborou a NBR 7211, um documento normativo específico para catalogação de todos os tipos de britas fabricadas, levando em conta aspectos como tamanho e granulometria.

Em virtude dessas características, as britas têm uma classificação padronizada, havendo distinção entre o pó de brita e as britas 0, 1, 2, 3 e 4, as quais possuem propósitos específicos em obras, sendo material indispensável na grande maioria dos projetos civis.

Os tipos de britas e suas aplicações em obras

As possibilidades de aplicação das britas em obras civis são diversas, empregando graus distintos de complexidade e requerimentos tecnológicos distintos. A decisão acerca de qual granulometria deve ser usada em determinado cenário da obra cabe aos times de engenheiros, que estão sempre em conformidade com as normas da ABNT ou outras normas estrangeiras, quando aplicável.

Alguns exemplos de obras que usam brita são as seguintes: pavimentação asfáltica,  fabricação de concreto, empreendimentos residenciais, barragens, túneis e ferrovias.

Em vista das possibilidades gerais apresentadas pelos tipos diferentes de britas, olhemos agora para as aplicações específicas em obras que usam brita:

Pó de brita (até 4,8 mm de malha) — Estabilização e reforço geral

Uma das britas mais finas de sua classe, o pó de brita pode ser definido como uma espécie de material de reforço para outros materiais de concreto. Para obras que façam uso de pré-moldados, paralelos e argamassa, o pó de brita é uma excelente escolha para uma moldagem mais tranquila e um aumento na resistência do concreto utilizado.

O pó de brita é também um grande aliado em contextos que demandam uma maior estabilidade do solo de construção de contrapisos. Na pavimentação é utilizado na composição do asfalto, da brita graduada, entre outros.

Brita 0 (entre 4,8 e 9,5 mm) — Edificações

Também conhecida como “pedrisco”, a brita nº 0 é protagonista na vasta maioria das obras residenciais e de edificações, com uso específico na produção de vigas e vigotas, blocos de concreto (sejam de construção ou fundação do edifício), lajes e na fabricação paralelepípedos moldados.

Na pavimentação também é muito utilizado nos traços de asfalto.

Brita 1 (entre 9,5 e 19 mm) — Obras de grande porte

A brita nº 1 é utilizada em larga escala pela maioria das construtoras, particularmente em obras de grande porte como condomínios de luxo, centros comerciais e até mesmo pontes. Similar a brita nº 0, a brita nº 1 tem excelente aplicação na construção de vigas de suporte, colunas e variados tipos de lajes.

Na pavimentação é muito utilizado nos traços de asfalto e brita graduada.

Brita 2 (entre 19 e 25 mm) — Suporte

A brita nº 2 continua o legado de sua predecessora, tendo um uso oriundo de obras de médio a grande porte, em virtude da sua característica de suporte de peso de estruturas extremamente pesadas. Para tanto, a brita nº 2 é inserida na fabricação de concreto bruto e de fundações espessas, a fim de entregar o maior potencial de suporte possível.

Muito utilizado também em obras de drenagem, para execução de drenos.

Brita nº 3 (entre 25 e 50 mm) — Obras viárias e de aterramento

Com um uso praticamente inexistente no âmbito da construção civil, a brita nº 3 é mais presente em obras viárias de diversos tipos, mais comumente em projetos de aterramento, instalação de sistemas de drenagem, nivelamento de malhas ferroviárias e reforço de vias expressas de tráfego intenso. 

Brita nº 4 (entre 50 e 76 mm) — Reforço viário e obras sanitárias

Por último, temos a brita de nº 4, que desempenha um papel parecido a brita nº 3, no sentido de fornecer um reforço para o subleito de vias de tráfego intenso e nivelamento de lastros ferroviários. 

Além disso, a brita nº 4 é frequentemente usada em obras sanitárias, como na construção de fossas sépticas, sumidouros, gabiões, tubulões e ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto).

E se estiver procurando por um fornecedor qualificado de britas, cuja experiência de mercado é extensa e muito bem estabelecida, não deixe de entrar em contato com a nossa equipe da Britagem Vogelsanger para conhecer mais sobre os mais variados tipos de brita! Aguardamos o seu contato!

Receba nossas novidades em seu e-mail

    Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. Desenvolvido e Otimizado por WEBI