fbpx
| Joinville (47) 3439.5009 | Palhoça (48) 3341.0007
cal na pavimentação 07/05/2021

Uso da cal na pavimentação: para que serve?

A composição do asfalto é uma velha conhecida de todos. A partir do aquecimento de uma mistura composta por Cimento Asfáltico de Petróleo (CAP) e agregados pétreos, obtém-se o material mais aplicado nas estradas brasileiras.

No entanto, isso é apenas a camada superficial de uma obra de pavimentação, a qual também é conhecida como revestimento. As outras camadas, chamadas de base, sub-base e reforço do subleito, também são altamente importantes para o projeto, sendo compostas por uma grande quantidade de britas de diferentes granulometrias.

Fica muito claro, portanto, que o CAP e os agregados estão entre os materiais mais importantes em um projeto de pavimentação. Mas você sabia que a cal na pavimentação também é uma realidade? Este pó branco, constituído principalmente de óxido ou hidróxido de cálcio e muito usado na construção civil, pode ser altamente importante em obras de pavimentação.

Neste texto, a Britagem Vogelsanger explica qual é a utilidade da cal na pavimentação, mostrando as situações em que ela deve ser utilizada, assim como os momentos em que seu uso não é uma necessidade. Quer saber mais? Então continue a leitura abaixo!

 

Quais são as aplicações da cal na pavimentação?

 

Estabilização de solos

Em muitas situações, o solo em que a pavimentação será realizada é muito úmido e instável. Nesses casos, a utilidade da cal na pavimentação é dar mais capacidade de suporte ao solo. Sua aplicação favorece a secagem do material e possibilita sua compactação, uma vez que leva o solo a atingir a sua umidade ótima.

Com a umidade ficando nos valores ideais, a densidade máxima do material é obtida, minimizando sua deformação plástica, aumentando sua resistência ao cisalhamento e melhorando a qualidade do pavimento no geral.

Considerando que a pavimentação brasileira é conhecida por não ser de qualidade tão alta, aplicar soluções que melhorem esse padrão é fundamental — e o uso da cal, nesses casos, pode ser uma delas.

 

Mistura asfáltica

A extração de rochas para a produção de agregados pode ser feita a partir de diferentes tipos de minerais, incluindo basalto, calcário, gnaisse e granito. Por terem características distintas, cada um dos tipos interage de um jeito com o Cimento Asfáltico de Petróleo (CAP).

O gnaisse e o granito, por exemplo, são agregados que não têm uma boa adesividade, e, graças a isso, a pintura do agregado pétreo no misturador da usina pode acabar tendo falhas. Aqui, a cal serve justamente para permitir a adesão sem maiores problemas, agregando qualidade ao material produzido.

Os outros exemplos que citamos, isto é, o basalto e o calcário, já possuem uma adesividade natural. Consequentemente, não precisam da inclusão de cal para a produção de um asfalto de qualidade.

 

Como ela é aplicada?

Agora que você já sabe os motivos para o uso da cal na pavimentação, é hora de descobrir como ela é aplicada. No caso da aplicação no tratamento de solos utiliza-se um equipamento chamado distribuidor de cal, muito similar a um caminhão.

Com a atuação de um sistema de controle eletrônico, o aparelho realiza uma regulagem instantânea da quantidade de material sendo despejado sobre o solo, garantindo enorme precisão para que a cal não acabe tendo um efeito contrário ao desejado.

 

E você, já tinha ouvido falar na possibilidade da cal na pavimentação? O que achou dessa curiosidade? Caso tenha gostado do texto e queira receber mais conteúdo, siga a Britagem Vogelsanger no Facebook e no Instagram!

Receba nossas novidades em seu e-mail

    Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. Desenvolvido e Otimizado por WEBI
    Joinville Palhoça